sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Rascunho Treta






































Curvinha chata!

Doida pra causar confusão.

Vamos ao que interessa.

Olhando os resultados dos testes até aqui, parece claro como dia que os
outros irão brigar pelo terceiro lugar.

Os outros são aqueles que não os carros prateados de Nico Rosberg e
Lewis Hamilton.

Massa foi o mais rápido do dia.

Mas Lewis fez um tempo fabuloso com pneus de concreto e ainda por
cima num momento muito ruim da pista.

A treta com Fernando Alonso foi grave.

Há um grande risco da McLaren ter que substituir o espanhol por Kevin
Magnussen na Austrália.

Além disso, Button já foi escalado para (tentar) andar amanhã.

(escrevo de quinta pra sexta)

Uma última notinha do pessoal de Woking.

A McLaren confirmou a renovação do acordo técnico que havia
anteriormente com a Manor / Marussia.

Para ajudar ao time, claro.

Existem dívidas e tal.

Você sabe.

Mas a verdade é que Ron Dennis quer a Manor para si.

Numa parceria semelhante a da Ferrari com a (futura) Haas.

Vandoorne?

Vai vendo.

























Quer comprar um lugar aprazível em Portugal?

Estão vendendo por lá a casa que pertenceu a Ayrton Senna.

Qualquer 10 milhões de euros, tá levando.

E a turma do energético?

James Key apareceu com uma Toro Rosso completamente diferente.

A outra era uma enganação?

Interessante saber que Max Verstappen tem conseguido tempos no simulador
que estão envergonhando Daniil Kvyat.

A coisa está tão gritante que até uma troca de assentos foi sugerida.

Ainda no assunto cockpits, a Lotus anunciou a espanhola Carmen Jordá
na posição de piloto de testes do time.

Muitos estão achando que ela (Indy Lights) é apenas um rostinho bonito.

Entretanto... é só isso mesmo.

Nurburgring vai se ajeitando para voltar.

Bernie deve arranjar outros Emirados Árabes para sustentar as (falidas) pistas
tradicionais da Europa.

Logo teremos duas dúzias de finais de semana de corrida na temporada F1.

A Force India (pagou as contas) e estará com seu carro 2015 no final dos
testes.

Por fim.

A cada nova entrevista que leio, vinda de Maranello, fico com mais certeza
que a Ferrari já estava acertada com Sebastian Vettel e que Fernando Alonso
não fazia mais parte dos planos da Scuderia Italiana.

Ou alguém pensa que uma marca bilionária como a Ferrari resolve tudo
de última hora ou, pior, deixa nas mãos de um piloto o poder de decisão
sobre o futuro da equipe?

Em abril do ano apassado, quando Domenicali deixou o time vermelho,
três pilotos fizeram questão de ligar para o diretor italiano.

Raikkonen, Alonso e... Vettel!

Sendo que sobre este último, Stefano se recusou a comentar qualquer
detalhe do telefonema.

O Tordo crava um contrato feito ainda em 2011.

Pode ser.


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Tá doido!

































O piloto australiano Mark Webber voando durante o warm-up das 24
horas de Le Mans (1999).

Propaganda
























Dezoito é muito!

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Rascunho Construtivo
























Você já leu por aqui que a Renault está novamente com a ideia de ter uma
equipe própria.

A Casa de Viry-Chantillon negocia com quatro escuderias.

As propostas de compra estão em envelopes sobre as mesas da Sauber,
Toro Rosso, Force India e Lotus.

Interessante saber que a África do Sul poderá (realmente) voltar ao
calendário da Fórmula 1.

Falando em circuitos, Rodrigo Nunes assina o projeto da pista de Berlim
que irá receber a Fórmula E.

Lembrando que o traçado no qual os carros elétricos andaram em Pequim
no ano passado também saiu da cabeça do arquiteto português.

O piloto Jolyon Palmer disse que, antes de se acertar com a Lotus, foi procurado
pela Manor.

Os primeiros desenhos de cockpit protegido (não fechado!) para a Fórmula 1
causaram risos.

A coisa ficou parecendo um vaso sanitário.

Toto Wolff já reconhece que não está nada fácil  concluir a renovação de Lewis
Hamilton.

Até aqui não há qualquer sinal de patrocínio master na McLaren.

Um nome de peso na carenagem não faria mal a ninguém.

E traria uma cor diferente para os bólidos de Woking.























Por fim.

Quem entende do riscado diz ser quase impossível que um carro que não tenha
motor Mercedes possa vencer uma prova nesta temporada da F1.

Se bem que sempre pode cair uma chuva...


Avulsas












































Fotos soltas relacionadas ao time de Maranello.

De cima para baixo.

As instruções para desenhar o Cavalo Rampante.

A Ferrari 250 GT com a carroceria de Piero Drogo.

E  Alberto Ascari removendo as marcas que o identificavam como rookie
em Indianápolis.

Mais sobre Ascari?

Clique aqui.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Avulsas





































Fotos soltas.

De cima para baixo.

O fotógrafo oficial da Mercedes espiona os segredos da Ferrari.

Enquanto que o emissário da Williams tenta descaradamente entender as
soluções da Red Bull.

Fernando Alonso é atendido na pista após o acidente.

(antes de ser levado de helicóptero para o hospital)

E por fim, a Manor / Marussia foi flagrada na estrada...

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Rascunho Ovo


























Estamos falando há alguns dias sobre a história da Audi com a Fórmula 1.

Surgiu um boato (rapidamente negado) que a marca alemã poderia comprar
a Red Bull.

A turma do energético, que investe cada vez mais no futebol, deixaria de ter
uma equipe na categoria?

Como já comentamos anteriormente, a VW (Audi) espera a saída de Bernie
Ecclestone por uma porta para entrar pela outra.

Enquanto que do lado da Renault já se fala em retomar a ideia de ter uma
equipe própria.

Peças soltas de um quebra-cabeça.

Daniel Ricciardo foi o mais rápido no segundo dia em Barcelona.

Mas o piloto australiano se impressionou mesmo foi com a Ferrari.

Falando em Ferrari, foi interessante saber que a Shell desembolsou mais de
30 milhões de euros nesta temporada para a Scuderia Italiana.

Sabemos que a maior parte dessa grana (mais de 80%) vai exclusivamente
para o desenvolvimento do motor.

Clique aqui para lembrar.

Motor que foi vendido para a Marussia / Manor no ano passado e que até
ontem Maranello não tinha visto a cor do dinheiro.

Será que hoje recebe?

Marussia / Manor que também deve a McLaren pela utilização do túnel de
vento em Woking.

Por esses motivos Ingleses e Italianos não se importariam de ter a Marussia / Manor
(que vendeu sua sede para  Haas e busca outra) ao seu lado no grid da Austrália.

Pois facilitaria, e muito, o recebimento dos atrasados.

A especulação no paddock é que o empresário irlandês Stephen Fitzpatrick
(OVO Energy) seria o dono das verbas que atualmente movimentam o time
de volta para a Fórmula 1.























Talvez com Vergne e Gutierrez (ambos ligados à Ferrari) assumindo os cockpits.

Olhando do outro lado do Atlântico, quem testou na Indy Light foi Max Chilton.

Por fim.

É esperado que treino de amanhã em Barcelona seja realizado debaixo de chuva.

E Rosberg vai ser papai!









quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Help!
































Não é desafio.

É um pedido de ajuda.

Alguém poderia auxiliar na identificação dessas fotos de Emerson Fittipaldi?

Rascunho Borracha


























O Tordo ligou.

Estava combinado.

Logo que acabasse o primeiro dia de testes em Barcelona.

Questiono sobre os tempos.

A pergunta tem motivo.

Pastor Maldonado (1.25.011) e Kimi Raikkonen (1:25.167) bateram o tempo
da pole de Lewis Hamilton do ano passado (1:25.232).

Aí ele começa.

"Você está olhando pro lado errado."

Como? - Pergunto.

"Olhe o tempo da Force India utilizando um carro de 2014.

O carro está um segundo e meio mais rápido que na corrida aqui mesmo na
temporada passada.

Pense e me diga: o que mudou?"

Os pneus! - Respondo.

"Sim, a Pirelli entregou um composto mais veloz e que deve degradar-se mais
rápido também."

Conversamos outras coisas.

Mas isso foi o melhor resumo do treino.

A Manor (Marussia) está correndo para apresentar seus carros na Austrália.

Há o entendimento que a regra que permite não participar de 3 corridas não
vale por ano.

Mas sim para o período que abrange as temporadas que estão entre 2014 e
2020.

Portanto a cota já foi estourada no ano passado.

Porém ao colocar seus bólidos na primeira etapa (mesmo que não se classifiquem)
o time continuaria com direito a receber sua premiação de 2014.

A turma está trabalhando para isso.

Pagou todas as taxas e já agendou seu crash test.

Existe ainda um barulho no paddock que fala sobre Ron Dennis defender a entrada
da Manor para a família Honda.

Vamos aguardar pra ver.

Interessante saber que Stefano Domenicalli fez um estudo de viabilidade para a Audi
entrar na Fórmula 1.

Apesar de estar tudo OK, a marca alemã resiste.

Afinal Bernie Ecclestone ainda está lá.

E quem anda falando constantemente para a Audi que a Fórmula 1 é lugar aprazível
é a Red Bull.

A galera do energético tem todo interesse de conseguir uma nova opção de motorização.

E o Pascal Wehlein?

Nossa figurinha de ontem andou de Force India e Mercedes!

Falando em Force India, Sergey Sirotkin (com dinheiro) se aproximou de novo da
escuderia de Vijay Mallya.

Pode se tornar piloto de testes.

Outro boato coloca Kevin Magnussen no caminho da Indy.

Amo boatos!

Por fim.

A Fórmula E fechou acordo para realização de sua etapa em Londres.

A corrida se dará em Battersea Park.



















quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Rascunho Convite


























Imagens da trajetória de Valtteri Bottas no automobilismo.

O nome da vez no jogo.

Por que?

Alguns motivos.

Ferrari, Mercedes, Williams e McLaren.

O piloto de 25 anos está na alça de mira das maiores escuderias da Fórmula 1.

Bottas é o mais promissor motorista do grid atual.

Explico.

Além de seguro e talentoso está com as portas abertas para negociar com as
grandes.

Tem tudo para se tornar campeão mundial nos próximos anos.

Só precisa fazer as escolhas corretas.

Lembra do Pascal Wehrlein?

Não?

No ano passado falamos dele num post que nem recebeu muita atenção.

Clique aqui.

Pois bem.

Ele será um dos pilotos que conduzirá a Force India (carro de 2014) nos
testes de Barcelona (no primeiro e terceiro dia).

Susie Wolff (Williams - primeiro dia) e Joylon Palmer (Lotus - segundo dia)
serão os outros nomes "não titulares" que irão rodar nos quatro dias dos
últimos testes antes da estreia na Austrália.

Os desenhos que chegam de Maranello não deixam dúvidas que a Ferrari
quer mudar a categoria máxima do automobilismo.
















Interessantes as ideias.

Pelo menos pensaram em dar mais espaço para os patrocinadores.

O Tordo diz que as figurass são idênticas aos do último cartão de natal
que Adrian Newey recebeu proveniente da Itália.

Por fim.

É esperar nos próximos dias:

Um assombroso desempenho da Mercedes na pista da Catalunha.

Descobrir se a Scuderia Italiana se encontrou de verdade.

Se a Red Bull se embolou com a Renault.

E ainda descortinar a McLaren / Honda.

Tá bom?