quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Chegando



























Outro dia coloquei aqui num Rascunho uma notinha sobre a Mercedes.

Falava sobre o teste (usando um F1 de 2011) do piloto malaio Jazeman Jaafar
em Portugal.

(Algarve - a pista da foto)

O menino apoiado pela Petronas.

No mesmo pacote estava outro jovem.

Pascal Wehrlein.

Vamos lembrar umas coisas.

Pascal, de 19 anos, já possui uma vitória (conquistada nesta temporada) no DTM,
onde corre desde 2013.

Claro, defendendo a estrela de prata.

E também ele é o tal piloto envolvido no acidente em que algumas pessoas foram
feridas durante uma demonstração (com Nico Rosberg) na Itália, meses atrás.

Bem, Wehrlein acaba de se tornar piloto reserva F1 da marca alemã.

E também estará no box da equipe em Cingapura.

É difícil achar neste ano alguém que trabalhou mais no simulador da escuderia.

Por isso o W05 usado pela dupla que disputa o título de 2014 da categoria máxima
do automobilismo não tem segredos para ele.
 
E daí?

Daí que são dois novos nomes no jogo.

Sendo escoltados por gente poderosa.

Para afunilar ainda mais as possibilidades de vagas na Fórmula 1 nos próximos anos.

Principalmente nas equipes que usam gasolina Petronas e motor Mercedes.

É isso.


Congela



























Curioso.

Uma empresa italiana está aproveitando o design de antigos FIAT 500 e transformando
a coisa num freezer.

Achou legal?

Avulsas

























Três imagens soltas.

E um avulso.


segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Rascunho de Sorrisos























Alegre, não?

Queria não acreditar.

Porém o erro na Itália foi proposital e combinado.

A Mercedes comanda suas peças de Xadrez.

Fim.

Interessante (1) ver a Penske se juntando a V8 Supercars australiana.

Interessante (2) saber que a premiação por resultados de Daniel Ricciardo já
ultrapassou, e muito, o seu salário na Red Bull.

Agora um pouco de engenharia.

Peter Prodromou (ex-braço aerodinâmico de Adrian Newey) finalmente se juntou
ao time da McLaren.

Ao mesmo tempo que Aldo Costa renovou seu acordo com a Mercedes.

Após o barulho da saída Montezemolo (ainda há um carro branco e azul no caminho),
a Ferrari retomou as negociações com Fernando Alonso.

Meio assim o Rascunho, mas é isso.

domingo, 14 de setembro de 2014

sábado, 13 de setembro de 2014

Elétrico





















Figurinha do dia.

Lucas di Grassi.

Dried Flowers























In Reverse.

A instalação do arquiteto e artista Ron Arad que trata os carros (especialmente o FIAT 500)
como flores secas.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Resta Um

































Está à venda lá na loja da Scuderia Italiana.

Sim, é ele mesmo.

Aquele famoso "Resta Um".

Quanto custa?

A bagatela de 675 dólares.

Mas é Ferrari...

Rascunho Jovem























Um teste aqui.

Outro ali.

Todo mundo começa assim.

Max Verstappen completou 400 km no circuito de Adria.

Pertinho de Faenza.

O jovem usou uma Toro Rosso de 2012.

Há uma discussão sobre a sua idade.

Porém está cumprindo todas as etapas para adquirir sua superlicença.

Outro piloto que andou fazendo o mesmo trabalho foi o malaio Jazeman
Jaafar.

O rapaz, que compete na World Series by Renault, conduziu uma Mercedes
de 2011 por 300 km.

Sua experiência ocorreu em Portugal.

Jaafar pode ser pouco conhecido, no entanto possui apoio de amigos poderosos.

Entre eles está a petrolífera Petronas.

Falando em nomes poucos conhecidos, a Caterham poderá ter o italiano Andrea
Caldarelli em um de seus carros em Suzuka.

Caldarelli compete por lá e tem o apoio de Manfredi Ravetto, o atual manda-chuva
do time verde.

A jogada seria para envolver patrocinadores locais.

Patrocinadores japoneses... e Kobayashi???

Richard Godard confirmou que a McLaren está esperando as respostas de
Fernando Alonso e Sebastian Vettel.

O empresário de Jenson Button também não escondeu a difícil situação de
seu pupilo.

Falando em McLaren, foi interessante ver a Claire Williams exaltando a
fidelidade de Valtteri Bottas.

Nessa dança das cadeiras ninguém falou nada sobre Felipe Nasr.

E sobre a tal especulação de oito equipes com três carros cada?

Muitos (bem informados) não levaram a questão à sério.

A proposta (antiga) é de Bernie Ecclestone.

Posso dizer que o modelo foi discutido em Monza.

Juntamente com outras ideias.

Principalmente sobre equipes menores adquirirem peças prontas das
grandes.

Gene Haas canta pra quem quiser que é isso que ele vai fazer na sua
relação com a Ferrari.

A Toro Rosso também está com seu projeto para 2015 bem atrasado.

James Key quer saber que partes padronizadas ele poderá usar em
conjunto com a Red Bull.

A Caterham tambem se aproxima de Milton Keynes.

Neste cenário, as escuderias pequenas que não fizerem parcerias
poderiam desaparecer.

Mas ainda não há um consenso.

Vamos esperar o que irá acontecer.