sábado, 18 de outubro de 2014

Propaganda













































Escrevendo a história.

Las Vegas
























Depois de ter perdido a briga de Long Beach, Bernie Ecclestone ataca novamente.

Agora a mira está sobre Las Vegas.

Deixando claro que ter uma prova na costa oeste dos Estados Unidos é o objetivo.

A coisa se daria num circuito de rua (o futuro, lembra?) desenhado por Herman Tilke,
que já visitou o local.

Coisa para 2017 (ou, para os otimistas, 2016).

Seria um retorno, pois a categoria máxima do automobilismo realizou corridas por lá
no início dos anos 80 (imagens acima).

Legal.

Mais GPs no calendário é igual a mais diversão para nós.

Quem sabe na inauguração até tomam emprestado a singular máquina do International 
Speedway da cidade pra turma dar umas voltas...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Retorno do Leão


























Os sinais estão lá.

A fábrica dos leões faz movimentos em direção ao futuro.

Futuro interessante.

Faz sentido.

Pois a competição está no DNA da Peugeot.

A história conta.

Clique aqui se quiser a prova.

Acredito que ainda vai levar uns anos.

Já que o preparo se faz necessário, claro.

Ou você acha que eles querem retornar para a Fórmula 1 de qualquer maneira?


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

4 x 1




















A turminha sonhando com a vaga na Toro Rosso.

Os candidatos?

Carlos Sainz Junior, Alex Lynn e Pierre Gasly. 

E correndo por fora ainda tem Jean-Eric Vergne (lutando para permanecer).

Olhando o movimento de Vettel para a Ferrari (que fez a fila andar), fico pensando
se a desistência de Félix da Costa em chegar à Fórmula 1 tenha sido prematura.

Faltou persistência?

Ensaio

























A falecida HRT.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

O Bem Maior






















Ele chega mandando.

Desbancando Fernando Alonso.

Ele chega mandando.

Pois trará nova vida para a Ferrari.

Ele chega mandando.

Como a principal arma de vitórias na nova era Marco Mattiacci.

(que lhe abriu as entranhas da equipe)

Ele chega mandando.

Conduzido pela mão sincera do presidente da FIAT, Sergio Marchionne.

Ele chega mandando.

Porque a empresa lhe deu garantias do que a Scuderia Italiana será nos próximos
anos.

Ele chega mandando.

Com o sentimento de dever cumprido com a Red Bull.

Ele chega mandando.

Dizendo com quais engenheiros quer trabalhar.

Ele chega mandando.

Definindo inclusive quem deve ser o segundo piloto.

Ele chega mandando.

Como Michael Schumacher.

Melhor dizendo, nem tanto como Schumacher.

Talvez um pouco mais ambicioso.

Sedento.

Porque ser campeão pela Ferrari ainda é o bem maior na Fórmula 1.


terça-feira, 14 de outubro de 2014

Estranho Degradée























O plano de Colin Kolles parece simples.

Aproveitar a estrutura da Caterham (que é boa) e o desenvolvimento do bólido
para 2015 (que está bem adiantado).

Ficando para trás o nome e as dívidas (numa confusão jurídica).

Transformando o verde em outra cor.






















Vai dar certo?

Ele pode fazer isso?

Não sei.

Só estou contando a ideia.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Rascunho do Dobro


































Todo mundo (ou quase) mais Eddie Jordan.

Depois que as garrafas secam deve ficar fácil pro ex-dono da Jordan obter suas
informações, não?

A Caterham.

Sem motivo aparente os carros foram recolhidos em Sochi.

Problema no aquecimento dos freios.

Kobayashi nas entrevistas confessou não entender.

O Tordo diz que não há peças de reposição.

E que os carros da equipe não foram enviados para a sede em Leafield.

O avião deixará tudo na Alemanha.

Há o receio que a justiça apareça novamente (como semanas atrás) e leve
outros equipamentos do time.

Ninguém sabe o que acontecerá após o GP de Sochi.

Já a Mercedes não abre mão de manter o congelamento dos motores para o
próximo ano.

Os alemães aceitaram discutir mudanças apenas para 2016.

Cinco dias após o final da temporada, Vettel já deverá estar em Maranello.

"Lewis Hamilton está voando comigo."

A certeza do título do piloto inglês inunda a alma de Niki Lauda.

Mas existe um regra maluca que permite o dobro de pontos em Abu-Dhabi.

Um pequeno erro ou acidente e poderemos ter um campeão (Rosberg) com cara
de Riccardo.

É Riccardo mesmo e não o Ricciardo.

Estou falando do Patrese.

Quando ganhou de forma inacreditável o GP de Mônaco em 1982...



Thundercats - 2


Lembra dessa história?

É só clicar aqui.